Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

scriptorium

"Tal como surgiu diante dos meus olhos, a esta hora meridiana, fez-me a impressão de uma alegre oficina da sabedoria." (Umberto Eco, O Nome da Rosa)



Segunda-feira, 01.06.15

A CANETA CRICRI

Untitledz.png

 

Já é quase de noite, a casa começa a ficar escura. Lá para dentro, ao fundo do corredor, fica a sala de trabalho da Mãe da Catarina. À porta da sua sala de trabalho, pronta a entrar, está a Mãe e, encostada às pernas dela, pronta a entrar também, está a Catarina. A Mãe empurra a porta e, procura na parede o interruptor de abrir a luz. Click! De repente, uma onda luminosa enche a sala e a Catarina desata a rir e a bater palmas de contente. Que coisa bonita é aquela sala em que estão a entrar! Eu explico: em volta, a toda a volta, em todas as paredes, só há tirinhas de papel de cores variadas a brilhar! Entra-se ali como numa caixa mágica forrada das mais variadas cores. — O quê?!O que é isso das tirinhas de papel colorido a toda a volta?! Eu explico. Livros! São livros. Todas as paredes da sala de trabalho da Mãe estão cobertas de estantes completamente carregadinhas de livros. São tantos que as estantes quase não se veem. E mesmo dos livros, só se veem... Sabes o que se vê daqueles livros todos, em pé, uns ao lado dos outros? Tirinhas. Muitas tirinhas de papel colorido numa sucessão interminável. Acendia-se a luz e, de repente, de todos os lados saltavam fitas de cor. Para a Catarina pequenina que ainda nada ou quase nada sabia de livros, aquilo eram fitas de papel de todas as cores que saltavam a brilhar, quando, à noite, de repente se acendia a luz. Quantas vezes a Mãe e a Catarina fizeram aquela brincadeira: acende/apaga, acende/apaga. E as mil cores a saltarem na luz, a toda a volta. Linda e grande «caixa mágica» dentro da qual a Mãe trabalhava! Ora era precisamente nessa sala, em cima de uma mesa, dentro de uma caneca de vidro azul, que, depois de comprada na papelaria da D. Adelina, passou a morar a Cricri que ainda não se chamava Cricri.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Maria Almira Soares às 16:53



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930