Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

scriptorium

"Tal como surgiu diante dos meus olhos, a esta hora meridiana, fez-me a impressão de uma alegre oficina da sabedoria." (Umberto Eco, O Nome da Rosa)



Sábado, 03.05.14

LEITURAS ESCOLARES D'OUTRORA

 

 

 

....

Mágicos transes,

Mais sérios, mais ligeiros,

Em que até os verdadeiros romances

Eram romances verdadeiros!

Feitos de Serras e Cidade,

De Morgadinhas e Ilustres Casas,

Voavam, davam asas

À felicidade

De os ler inteiros.

Ou, mesmo recortados,

Com princípios e fins emoldurados

Por títulos e ilustrações,

Espertos regatinhos,

Brincando folgazões,

Corriam nas aldeias sossegadas.

E, entre Enganim e Cesareia,

O Sol, o celestial girassol,

Logo pela manhã, ao arrebol,

Perseguia Donas Brancas raptadas

Ou acordava henriquinhos

De tia Doroteia.

E eu lá ia indo, indo,

Naquele mundo cada vez mais lindo

Em que o luar, p’la estrada plana,

Se evaporava numa lida insana

E, afinal, a água era só brilho

Jorrando de fontes de cristal,

Enquanto, sobre o verde do tomilho,

Só a lua começava a ser real.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Maria Almira Soares às 23:21


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031