Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

scriptorium

"Tal como surgiu diante dos meus olhos, a esta hora meridiana, fez-me a impressão de uma alegre oficina da sabedoria." (Umberto Eco, O Nome da Rosa)



Quarta-feira, 19.11.14

VIVA A LÍNGUA PORTUGUESA!

multiflora-fernandopolis-tiririca-suco-do-crescime

A ignorância é um obstáculo à mudança. Quanto menos se conhece um terreno, mais medo se tem de nele dar um passo. Fica-se agarrado ao pedaço de pedra onde se nasceu, com que se nasceu. Ignora-se que essa pedra faz parte de um vasto mosaico cujas pedras já dançaram várias vezes ao sabor dos inevitáveis movimentos tectónicos da comunicação. Movimentos de origens e naturezas várias, a profundidades várias. Crê-se, denegando o saber, que a pedra em que se nasceu é sólida como um princípio a venerar, a respeitar, a defender, a conservar. E tem-se medo de que se estrague. Ignora-se que ela própria, essa pedra, não é senão um estrago. A ignorância e o medo do ignorante são radicais. E reversíveis. O medo produz ignorância e a ignorância produz medo. E o medo alucina, fabrica cortinas que apagam o saber, chega a disfarçar de ignorante o próprio sabedor. A ignorância ata, amarra, prende e produz paralisias amedrontadas. Ou ameaças amedrontadas. E o denominador comum destas frações, cujos numeradores são a ignorância e o medo, é a confusão. Instala-se, aduba, viceja como vivaz erva daninha, a confusão. Sem mondadores expertos, a paisagem, ao sabor da confusão, alastra como um vasto campo de espontâneas e convictas asneiras. Asneira, a bela flor da confusão, filha dileta da ignorância e do medo!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Maria Almira Soares às 16:23


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30